Novo surto de ebola atinge a República Democrática do Congo

Geral

Foto: Reprodução Internet

Foto: Reprodução Internet

Um novo caso de ebola registrado na Rep√ļblica Democr√°tica do Congo motivou as autoridades sanit√°rias do pa√≠s a declararem hoje (23) novo surto da doen√ßa. É o terceiro surto de ebola no pa√≠s desde 2018. O √ļltimo havia sido encerrado em dezembro do ano passado.

A diretora regional da Organiza√ß√£o Mundial de Sa√ļde (OMS) na África, Matshidiso Moeti, expressou preocupa√ß√£o com o caso. "O tempo n√£o est√° do nosso lado. A doen√ßa iniciou h√° duas semanas e agora nós estamos correndo atr√°s. A not√≠cia positiva é que as autoridades da Rep√ļblica Democr√°tica do Congo t√™m mais experi√™ncia que quaisquer outras no mundo em controlar rapidamente surtos de ebola".

O novo caso de ebola foi registrado na cidade de Mbandaka. O paciente, um homem de 31 anos, começou a ter os sintomas em 5 de abril e depois de mais de uma semana tratando em casa, buscou tratamento no hospital. No dia 21 de abril, ele foi levado a um centro de tratamento intensivo de ebola, mas morreu mais tarde, ainda no mesmo dia. Todos que tiveram contato com o paciente passaram a ser monitorados.

Espera-se que uma campanha de vacina√ß√£o tenha in√≠cio nos próximos dias. O pa√≠s j√° tem estoques do imunizante rVSV-ZEBOV nas cidades de Goma e Kinshasa. Vacinas ser√£o enviadas para Mbandaka, segundo a OMS. A vacina√ß√£o dever√° come√ßar por quem teve contato com a v√≠tima, ampliando para os que tiveram contato com esse primeiro grupo. A estratégia, chamada "vacina√ß√£o em anel", em tradu√ß√£o livre, é usada para conter a propaga√ß√£o do v√≠rus.

O √ļltimo surto teve dura√ß√£o de 42 dias. Na ocasi√£o, foram notificados 11 casos (oito confirmados e tr√™s prov√°veis) e seis mortes na prov√≠ncia do Kivu Norte. Foi nessa mesma prov√≠ncia que ocorreu o surto de 2018, que durou dois anos.


O ebola

O v√≠rus ebola atinge humanos e primatas (macacos, gorilas e chimpanzés) e foi descoberto em 1976, próximo ao Rio Ebola, localizado onde hoje fica a Rep√ļblica Democr√°tica do Congo.

De acordo com o Centro de Controle e Preven√ß√£o de Doen√ßas (CDC, sigla em ingl√™s), dos Estados Unidos, o hospedeiro natural do ebola ainda é desconhecido, mas investigadores acreditam que o v√≠rus seja transportado por animais e que os morcegos sejam os hospedeiros mais prov√°veis.

O ebola é transmitido, principalmente, por contato direto de feridas na pele e mucosas desprotegidas com sangue ou fluidos corporais infectados. Além disso, pelo contato com objetos, como agulhas e seringas, contaminados; ou pelo contato com morcegos ou primatas infectados.

"O ebola n√£o se transmite pelo ar, pela √°gua ou através dos alimentos de um modo geral. Porém, na África, o ebola pode ser transmitido através do manuseamento de carne de animais selvagens (que s√£o ca√ßados para alimento)", afirma o CDC.