Wolf Maya revela que ex-diretor da Globo não gostava de Tatá Werneck

Geral

Foto: Reprodução Internet

Foto: Reprodução Internet

O diretor Wolf Maya revelou que não foi nada fácil colocar a atriz Tatá Werneck no elenco de uma novela da Globo, isso porque Silvio de Abreu, ex-diretor de teledramaturgia da emissora, não gostava do trabalho da artista. Em entrevista ao podcast "Papagaio Falante", Wolf disse que "suou" para convencer Silvio. "Ele odiava ela, não queria ela de jeito nenhum. Achava [a Tatá] sem graça. Eu entendia ele, [falava] que era uma atriz de um personagem só", contou. A estreia da artista na Globo como atriz foi em "Amor à Vida" (2013), trama na qual fez sucesso na pele de Valdirene. Tatá voltou a trabalhar com Wolf em "I Love Paraisópolis" (2015), último trabalho do diretor na emissora carioca.

"Sempre arrisquei no novo. Eu sou público e o público quer ver [atores novos]. Foi assim desde anos atrás até a última novela que eu fiz", afirmou. "Na Globo, não sabiam que a Tatá era tão engraçada, tão boa, tão fora do sistema. Comediante não tem regra, eles são fora da regra, tem que saber conviver, dirigir e deixar rolar." Após as novelas, a atriz foi conquistando cada vez mais espaço na emissora. Atualmente, tem seu próprio talk show, o "Lady Night", e é jurada do reality "The Masked Singer Brasil". "Ela está ficando cada vez mais madura, na época era uma criança, agora já é mãe, e [sua carreira] vai cada vez mais adiante", concluiu o diretor.