Amber Heard afirma que foi agredida e sufocada por Johnny Depp na lua de mel

Geral

Foto: Reprodução Internet

Foto: Reprodução Internet

A atriz Amber Heard afirmou nesta segunda, 16, que temia que seu ex-marido Johnny Depp a matasse no per√≠odo em que estiveram casados, e relatou ter sofrido viol√™ncia doméstica j√° na lua de mel dos dois, no trem Expresso do Oriente. Segundo Heard, o casal tinha um relacionamento amoroso quando Depp estava sóbrio, mas brigavam quando ele estava b√™bado. Na lua de mel, realizada após o término das grava√ß√Ķes do quinto filme da franquia "Piratas do Caribe", os dois discutiram se ele deveria beber no trem. Ent√£o, em um vag√£o dormitório, Depp teria dado um tapa em Heard e batido repetidamente o corpo dela contra uma parede e, em seguida, tirado a camisa e enrolado no pesco√ßo dela. "Foi assim que acordei na manh√£ seguinte. Acordei com ela ainda no pesco√ßo e um nó gigante na parte de tr√°s da minha cabe√ßa" relatou. "Eu estava com tanto medo de que isso acabasse muito mal para mim. Eu realmente n√£o queria deix√°-lo. Eu o amava muito", disse ela.

Em outro ponto, Heard disse que o ex-marido teve um ataque de ci√ļmes durante uma "semana infernal", após ela receber a oferta de um papel no qual contracenaria com James Franco – Depp a teria socado e jogado contra os móveis. A atriz também relatou que ele se automutilava durante as brigas, cortando os bra√ßos, segurando uma faca no peito ou apagando cigarros em si mesmo. Quando Depp foi interrogado, seus advogados tocaram para o j√ļri uma fita em que é poss√≠vel ouvir Heard dizendo que o agrediu, e ele levou uma testemunha que comprovava que a atriz jogou uma garrafa de vodca nele, arrancando a parte de cima de um dedo. Depp negou que tenha cometido viol√™ncia doméstica. Heard deve ser interrogada pelos advogados dele nos próximos dias.

Depp e Heard se conheceram em 2012, durante as grava√ß√Ķes do filme "Di√°rio de um Jornalista B√™bado". Os dois come√ßaram a namorar e se casaram em 2015, mas a atriz pediu o divórcio apenas 15 meses depois. O processo foi movido por Depp contra a ex em um tribunal no Estado americano da Virg√≠nia. Ele pede US$ 50 milh√Ķes de indeniza√ß√£o por um artigo assinado por Heard no "Washington Post" em 2018, quando ela se colocou como sobrevivente de viol√™ncia doméstica. Embora o texto n√£o cite Depp diretamente, ele alega que causou preju√≠zos inestim√°veis à carreira dele, por isso o pedido de compensa√ß√£o. Heard processou de volta em R$ 100 milh√Ķes. A batalha judicial, bastante midi√°tica, prosseguir√° nos próximos dias.