Rio terá mais um posto de testagem da varíola dos macacos

Geral

Foto: Reprodução Internet

Foto: Reprodução Internet

O governo do Rio de Janeiro vai abrir, hoje (23) à tarde, mais um posto para o diagnóstico de varíola dos macacos. Será em São Gonçalo, na região metropolitana, e vai funcionar de segunda a sexta-feira, no anexo da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro do Columbandê. A Secretaria de Saúde alertou que não há atendimento clínico ali.

Acrescentou que a coleta de material nos postos será realizada apenas em pacientes encaminhados pelas unidades de saúde da rede pública, após a realização de exame clínico que indique a suspeita de contaminação.

"O encaminhamento precisa ser feito por uma unidade da rede pública para que os casos suspeitos possam ser notificados e acompanhados adequadamente pelas vigilâncias municipais e estadual", explicou.

As amostras serão recebidas pelo Laboratório Central Noel Nutels (Lacen-RJ), no centro do Rio, e enviadas para análise nos laboratórios referenciados pelo Ministério da Saúde no estado do Rio.

"Após o atendimento nos postos de coleta do estado, o paciente deverá retornar à unidade de saúde onde ele recebeu atendimento médico para saber o resultado do teste", anunciou a Secretaria de Saúde.


Mais postos

Na sexta-feira passada (19), a secretaria inaugurou o primeiro posto de coleta de material para testagem de casos suspeitos da doença no Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro, no Maracanã, na zona norte da cidade.

Ela prometeu ainda para esta semana a abertura do terceiro posto. Vai funcionar no Centro de Saúde Vasco Barcelos, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Segundo a secretaria, a unidade será de referência para atender aos municípios da região que não possuem serviço de coleta.

O planejamento inclui também a abertura de um quarto posto, agora no Núcleo de Enfrentamento e Estudos de Doenças Infecciosas Emergentes e Reemergentes, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na Cidade Universitária, na zona norte.