Medicamento para tratar câncer de mama é incorporado ao SUS

Geral

Foto: Reprodução Internet

Foto: Reprodução Internet

Pacientes com c├óncer de mama podem contar com o medicamento Trastuzumabe Entansina. Indicado em monoterapia - método em que o processo de tratamento é realizado utilizando apenas uma droga ou procedimento - para tratamento de pacientes classificados no n├şvel HER2-positivo da doen├ža. A Portaria que incorpora o medicamento ao Sistema ├Ünico de Sa├║de (SUS) foi publicada no Di├írio Oficial da Uni├úo (DOU) da ├║ltima segunda-feira (12).

"A tecnologia recebeu recomenda├ž├úo favor├ível de incorpora├ž├úo ao Sistema ├Ünico de Sa├║de SUS após passar por avalia├ž├úo da Comiss├úo Nacional de Incorpora├ž├úo de Tecnologias no Sistema ├Ünico de Sa├║de (Conitec), respons├ível por assessorar a pasta nas atribui├ž├Áes relativas à incorpora├ž├úo, exclus├úo ou altera├ž├úo de tecnologias em sa├║de pelo SUS", informou o ministério.


N├║meros

De acordo com a Organiza├ž├úo Mundial de Sa├║de (OMS), em 2018, mais de 620 mil mulheres morreram de c├óncer de mama em todo o mundo. No Brasil, o n├║mero total de novos diagnósticos ao ano chega a 60 mil, resultando em uma taxa de incid├¬ncia de 60/100 mil habitantes.

Em 2017, o Instituto Nacional de C├óncer (INCA) reportou 16.724 mortes em mulheres. No ano de 2018, o Brasil foi o quarto pa├şs com a maior incid├¬ncia em c├óncer de mama e o quinto em mortalidade. Estima-se que a incid├¬ncia entre as brasileiras nos próximos 20 anos ter├í um aumento de 47%, diz OMS.