Prefeitura de Manaus dá continuidade às aulas inaugurais do programa "Salto - Aceleradora de MEIS"

Geral

Foto: Reprodução Internet

Foto: Reprodução Internet

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi) e do Fundo Municipal de Empreendedorismo e Inovação (Fumipeq), deu continuidade, nesta terça-feira, 20/9, às aulas inaugurais do 2º ciclo do programa "Salto – Aceleradora de MEIS", no Casarão da Inovação Cassina, no Centro Histórico de Manaus. O evento foi realizado para duas turmas, com cerca de cem participantes. A quarta e última aula inaugural do programa acontece nesta quinta-feira, 22, a partir das 18h30, na sede da organização Impact Hub, localizada no bairro Aleixo, zona Centro-Sul da capital.

A primeira turma, no turno vespertino, se destacou pela presença do público feminino, com quase 90% de mulheres inscritas. A maioria dos alunos já possui um viés empreendedor, com negócios em andamento. Segundo o titular da Semtepi, Radyr Junior, é importante que os participantes explorem os conteúdos apresentados durante todo o curso, para alcançar os três saltos de desenvolvimento.

"Esses trabalhadores devem se profissionalizar e potencializar seus negócios. Também precisam se regularizar e buscar incentivos ofertados pela Prefeitura de Manaus. Afinal, o desenvolvimento econômico nasce de um incentivo. Neste ano, nós ampliamos o programa Salto, para atender em torno de 600 pessoas, alcançando áreas de maior densidade populacional, como a zona Leste da capital. Aproveitem esse curso e coletem o melhor de cada mentor aqui", destacou Radyr.

A organização Impact Hub Manaus, que operacionaliza o programa "Salto", alerta que os candidatos que não compareceram à aula inaugural, devem estar presentes nos próximos encontros, para não prejudicar o desenvolvimento do projeto. Segundo o líder de turma, Roma Chavez, o conteúdo é repassado de forma exclusiva em cada aula da semana.

"Por conta da agilidade desse programa, o conteúdo não é repetido nas outras aulas. Por isso, é fundamental que os selecionados mantenham a assiduidade na presença, para não perder nenhum módulo. O programa é superflexível, com um encontro semanal, na localidade mais viável para os participantes", explicou Roma.