Prevenção à sífilis congênita é um dos temas de campanha nas UBSs da prefeitura

Geral

Foto: Reprodução Internet

Foto: Reprodução Internet

Reduzir os riscos de sífilis cong√™nita, quando crian√ßas nascem com a doen√ßa transmitida da m√£e para o beb√™ durante a gesta√ß√£o, é um dos focos da campanha executada pela Prefeitura de Manaus durante o m√™s de outubro, em alus√£o ao Dia Nacional de Combate à Sífilis e à Sífilis Cong√™nita, que este ano ser√° celebrado no dia 15 de outubro.

A campanha é organizada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), com o apoio dos Distritos de Saúde (Disa) Norte, Sul, Leste, Oeste e rural, estimulando a popula√ß√£o para a realiza√ß√£o do teste r√°pido para a sífilis, realiza√ß√£o do pré-natal e o uso de preservativos masculinos e femininos.

A gerente de Vigil√Ęncia Epidemiológica da Semsa, Cl√°udia Rolim, explica que a sífilis cong√™nita é um agravo evit√°vel quando a gestante realiza pré-natal de forma correta e faz os exames para detec√ß√£o da sífilis, assim como o tratamento em tempo oportuno, e com a utiliza√ß√£o de preservativos.

"A rede municipal conta com 194 unidades de saúde que oferecem o teste r√°pido de sífilis, procedimento de f√°cil execu√ß√£o, com leitura do resultado, no m√°ximo, em 30 minutos, sem a necessidade de estrutura laboratorial. A recomenda√ß√£o é que as pessoas sexualmente ativas fa√ßam o teste para sífilis rotineiramente e que todas as gestantes e suas parcerias sexuais realizem o exame", destacou Cl√°udia Rolim.

Nas Unidades B√°sicas de Saúde (UBSs), quando a gestante realiza o pré-natal, a orienta√ß√£o é que o exame seja feito na primeira consulta, preferencialmente ainda no 1¬ļ trimestre de gravidez, com um novo exame no 3¬ļ trimestre da gesta√ß√£o, assim como no parto, independentemente dos resultados de exames anteriores, e também em caso de aborto.

"A sífilis cong√™nita acaba ocorrendo quando a gestante n√£o faz o pré-natal, n√£o realiza os exames recomendados para o diagnóstico ou n√£o faz no tempo adequado para evitar que o beb√™ seja contaminado. Também h√° casos de reinfec√ß√£o após o tratamento da gestante, j√° que parcerias sexuais em algumas situa√ß√Ķes n√£o procuram a UBS para o diagnóstico e tratamento, ou n√£o utilizam o preservativo", explicou a gerente.

As complica√ß√Ķes da sífilis cong√™nita incluem abortamento espont√Ęneo, parto prematuro, malforma√ß√£o do feto, surdez, cegueira, altera√ß√Ķes ósseas, defici√™ncia mental e mesmo morte ao nascer. Na maioria dos casos, os beb√™s n√£o apresentam sintomas no nascimento, mas as manifesta√ß√Ķes clínicas podem surgir nos primeiros tr√™s meses, durante ou após os dois anos de vida da crian√ßa.

Dados

Mesmo com tratamento simples e de baixo custo, a sífilis é ainda um problema de saúde pública no Brasil, apresentando aumento significativo do número de casos nos últimos cinco anos.

Em 2020, o município de Manaus apresentou taxas de sífilis adquirida e em gestante de 107,5 e 43,4 casos por 100.000/habitantes, respectivamente. Em 2021, as taxas de sífilis adquirida, em gestante e cong√™nita foram de, respectivamente, 148,9 e 53,3 por 100.000/habitantes, e 8,3 por 1.000/nascidos vivos. Na série histórica de 2017 a 2022, Manaus registrou aumento no número de casos de sífilis adquirida até 2019, um decréscimo em 2020 e novo aumento em 2021.

"A sífilis em gestante apresentou, nos dois últimos anos, aumento no número de casos. Um dos fatores que contribui para a detec√ß√£o de mais casos novos é o cumprimento do protocolo da realiza√ß√£o de dois exames de sífilis no pré-natal. Como consequ√™ncia, os casos de sífilis cong√™nita em Manaus t√™m apresentado decréscimo, reflexo do aumento na oferta de exames, cobertura e qualifica√ß√£o da aten√ß√£o no pré-natal", informou Cl√°udia.

Em 2021, Manaus registrou 3.345 casos de sífilis adquirida, 1.856 de sífilis em gestantes e 304 casos de sífilis cong√™nita. Este ano, até 31 de julho, o município notificou 2.345 casos de sífilis adquirida, 1.089 registros de sífilis em gestantes e 199 casos de sífilis cong√™nita.

A sífilis é causada pelo Treponema pallidum, e pode ser transmitida por meio da rela√ß√£o sexual (adquirida ou em gestantes) ou da transmiss√£o vertical, da m√£e para o feto (cong√™nita). "As tr√™s formas podem ser evitadas, sendo que a sífilis cong√™nita pode ser prevenida com diagnóstico precoce da doen√ßa na gestante, tratamento adequado e em tempo oportuno", refor√ßou Cl√°udia Rolim.

Durante a campanha, as unidades de saúde ir√£o desenvolver atividades educativas em sala de espera, escolas, igrejas e associa√ß√Ķes comunit√°rias, além de intensificar a oferta de teste r√°pido e a distribui√ß√£o de preservativos. Cada Distrito de Saúde também vai promover um Dia "D", durante o m√™s de outubro, para alertar a popula√ß√£o sobre a doen√ßa.