Após Coldplay adiar shows, Procon-SP faz alerta aos consumidores; confira

Geral

Foto: Reprodução Internet

Foto: Reprodução Internet

O cancelamento dos shows do Coldplay no Brasil pegou os fãs de surpresa. A banda britânica faria duas apresentações no Rio de Janeiro e seis em São Paulo neste mês de outubro, mas os shows precisaram ser adiados por problemas de saúde do vocalista do grupo, Chris Martin. De acordo com a nota divulgada pelo Coldplay, o cantor contraiu uma "infecção pulmonar séria" e os médicos determinaram que ele cumpra três semanas de repouso. Em um comunicado, o Procon-SP alertou os consumidores que, nesse caso, é possível optar por receber o valor pago de volta. A empresa também pode converter o valor do ingresso em crédito para eventos futuros ou o consumidor pode aguardar as novas datas. De acordo com a banda, os shows serão repassados para o começo de 2023, mas ainda as datas precisas ainda não foram definidas.

"A empresa organizadora deve informar sobre as condições e procedimentos relacionados ao adiamento ou cancelamento pelos mesmos canais utilizados para anunciar o evento. O consumidor que não for atendido em seus direitos poderá registrar uma reclamação junto ao órgão de defesa do consumidor de sua cidade", informou o Procon. Outros danos relacionados ao adiamento dos shows, como estadia e transporte, "deverão ser negociados direto com os fornecedores. Caso o consumidor não consiga solução, deve procurar o poder judiciário". A Eventim, empresa responsável pela venda dos ingressos, declarou que atenderá "todas as solicitações de reembolso de ingressos que estará disponível no ponto de venda". Em São Paulo, seria no Allianz Parque. A empresa também orientou os fãs que vão aguardar a nova data a não se desfazer dos ingressos, pois eles continuarão válidos.