Portal Realidade

Cidade baiana registra 38,9°C e tem segunda maior temperatura do Brasil

O município de Jeremoabo, a 385 km de Salvador, registrou a segunda maior temperatura do Brasil na segunda-feira (1º). A cidade marcou 38,1°C nos termômetros, atrás apenas de Pão de Açúcar, em Alagoas, que teve 38,9°C. Os dados são do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Além disso, entre os 10 municípios mais quentes do Brasil, quatro são da Bahia. São eles: Jeremoabo (2º), Euclides da Cunha (5º), Ribeira do Amparo (6º) e Jacobina (7º). As três últimas registraram 37°C, 36.6°C e 36.4°C, respectivamente. Todas ficam na mesma região, o Nordeste baiano. Com exceção de Jacobina, que está situada no Centro-Norte.

Mesmo com o calor, parte da Bahia recebeu alerta do Inmet para perigo potencial de chuvas intensas. As regiões afetadas são centro sul, nordeste, sul, norte, extremo oeste e Vale São Franciscano. A previsão é de chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 km/h). Há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Salvador

A madrugada foi chuvosa em Salvador, nesta terça-feira (2). Em seis horas, alguns bairros acumularam mais de 100mm de chuva. Segundo a Defesa Civil, os bairros onde mais choveu foram Ondina (102,4 mm), Federação (100,2 mm), Campinas de Brotas (85,8 mm), Pituba (83,6 mm) e Brotas (79 mm

(Foto: Marina Silva/CORREIO)

O órgão emitiu um alerta de continuidade de chuvas moderadas a fortes, nas próximas horas. A estimativa é de que pode chover entre 10 e 40 mm/h. Há riscos de alagamentos e deslizamentos de terra.

As chuvas são causadas pela formação de um Complexo Convectivo de Mesoescala (CCM). Esse sistema pode causar chuvas fortes, trovoadas, rajadas de vento e até granizo.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.