Portal Realidade

Concultura reúne escolas de samba para orientar sobre a Pnab

Prefeitura de Manaus, por meio do Conselho Municipal de Cultura (Concultura) e Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) realizou, na terça-feira, 21/5, no Palácio Rio Branco, uma reunião inédita com todos os dirigentes das escolas de samba de Manaus – dos grupos de acesso e especial -, para tratar da participação das agremiações na Política Nacional Aldir Blanc (Pnab) e Cultura Viva.

Na apresentação da Pnab e Cultura Viva, políticas culturais do Governo Federal por meio do Ministério da Cultura (MinC), o presidente do Concultura, Neilo Batista, destacou a importância da reunião com a participação de todos os presidentes das escolas e informou que na condição de Pontos de Cultura, as escolas podem se credenciar e candidatar a receberem os recursos oferecidos pelas leis de incentivo à cultura.

“As escolas não vivem somente para dia do desfile e, sim, como centros socioculturais, que promovem durante o ano inteiro, eventos e projetos nessa área, o que as credenciam a candidatarem-se  aos recursos da Pnab e Cultura Viva, por um período contínuo de cinco anos”, informou.

Para o presidente da Manauscult, Reginei Rodrigues, a reunião das agremiações produziu um diagnóstico com sugestões de medidas para reabilitar o Carnaval e levá-lo ao nível que já foi nos anos 80 e 90, quando era considerado o segundo melhor do Brasil.

“De imediato, podemos encampar as demandas de reajuste do valor do fomento municipal e a articulação para que o sistema de transporte funcione 24 horas durante os dias de desfile no Sambódromo, com vistas à trazer de volta o grande público. As outras demandas dependem do Estado, mas podemos ajudar na intermediação”, disse Rodrigues.

A presidente da escola de samba Mocidade Independente do Coroado, Lilian Cássia, disse ter conhecimento da Pnab, mas teme o processo burocrático e os prazos. “Queremos ter mais informação, porque temos intenção de buscar o incentivo tanto da Pnab quanto do Cultura Viva”, relatou.

O presidente da Unidos do Alvorada, Mário Jorge Jimenez, solicitou que fosse feita uma oitiva voltada ao Carnaval.

Como resposta aos questionamentos dos dirigentes, o presidente Neilo informou que a atual reunião foi registrada e será considerada uma oitiva. Quanto ao processo de registro, o conselho vai auxiliar as escolas orientando no cadastro junto ao MinC.

O presidente informou, também, que já está funcionando o Observatório Pnab, uma sala na sede do Concultura equipada com computadores e pessoal treinado a realizar inscrições e tirar dúvidas sobre todo o processo da Pnab e Cultura Viva.

Carnaval 2024

Na pauta das demandas sobre o Carnaval, os presidentes fizeram sugestões e pedidos de melhorias que vão desde a infraestrutura, transporte público e medidas legais para facilitar a execução, objetivando recuperar o prestígio e sucesso da grande festa popular do período de glória de décadas atrás.

O presidente do Concultura se comprometeu em articular uma audiência pública junto à Câmara Municipal de Manaus (CMM), além de articular com o presidente da Manauscult, e buscarem juntos, tratativas com a prefeitura e governo do Estado.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.