Portal Realidade

É um dos melhores filmes de Jason Statham, mas foi um fracasso injusto nos cinemas: Um ótimo entretenimento com a marca inconfundível de Guy Ritchie

Jason Statham é um ator carismático, mas, infelizmente, poucos diretores foram capazes de canalizá-lo de forma realmente estimulante. Sem dúvida, o cineasta que melhor sabe lidar com seu talento é Guy Ritchie, e temos uma nova demonstração disso com Esquema de Risco: Operação Fortune, um filme muito divertido que temos disponível no catálogo do Prime Video no Brasil.

Esquema de Risco: Operação Fortune está tendo uma segunda vida no streaming depois de seu imerecido fracasso nos cinemas, pois custou 50 milhões de dólares, mas só conseguiu arrecadar 37 milhões. Sua campanha comercial foi particularmente ruim nos EUA, onde arrecadou míseros 6 milhões de dólares, uma quantia ridícula para uma produção desse tipo. Suspeito que o atraso em seu lançamento teve algo a ver com isso.

Em Esquema de Risco: Operação Fortune, você encontrará a inconfundível mistura de suspense, comédia e ação em que Guy Ritchie é tão bom, onde o senso de entretenimento é fundamental. Por isso, o tom é bastante leve e despreocupado, algo que pode ser percebido principalmente nos diálogos, com a personagem de Aubrey Plaza se tornando o melhor expoente, a ponto de haver momentos em que ela consegue ofuscar Jason Statham.

Além disso, Ritchie mostra mais uma vez todo o seu arsenal de planejamento narrativo e manuseio de câmera, demonstrando mais uma vez uma sintonia muito boa com seu editor habitual, James Herbert.

É verdade que as coisas saem um pouco do controle na reta final (também devido ao fato de que o perigo em questão é, o tempo todo, uma mera desculpa para que todos se divirtam), mas, mesmo assim, a proposta ainda é muito divertida.

Por sua vez, Statham está particularmente solto em um personagem com muita coragem que, à sua maneira, funciona como uma paródia suave de Ethan Hunt, o herói de Missão: Impossível.

Seu melhor papel de comédia continua sendo o de coadjuvante em A Espiã que Sabia de Menos, mas aqui ele consegue integrá-lo muito bem, sem deixar de ser totalmente convincente como o herói de ação. E o resto do elenco o acompanha, como já destaquei corretamente Plaza, mas preste atenção em como Hugh Grant, Cary Elwes e Josh Hartnett são engraçados.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.