Portal Realidade

Educação ambiental para todos

Vamos chegar ao final desta semana em Dubai com o dia temático da educação. Já ninguém mais poder ter dúvidas: a educação se tornou um eixo estratégico para a adaptação, mitigação e busca de soluções para os impactos das mudanças climáticas. Sempre haverá voz destoante, mas no enorme desafio de incluir mais e mais pessoas com a causa do clima e preparar as novas gerações para uma vida mais segura no presente e no futuro, a educação deve se apropriar imediatamente da agenda.

Está difícil convencer as pessoas da urgência das transformações que precisamos viver. Não dá para se contentar com a parte cheia do copo, apontando casos pequenos de transformação, enquanto o mundo continua em rota de aquecimento. Se chegarmos a dois ou mais graus de aquecimento, a humanidade pode ser surpreendida com fenômenos extremos que nem sequer foram imaginados.

Eu, você, nós, os professores, pais, adultos, temos o dever moral com os mais jovens e com o próprio planeta, de começar nossa campanha agora. Evite deixar para o próximo semestre letivo, para o outro ano. Comece agora, na sua próxima aula, na sua próxima conversa. Principalmente, informe-se de maneira adequada, fugindo ao encapsulamento político da discussão. Não se trata de direita e esquerda. Estamos falando sobre a continuação da vida.

Saio desta COP com este sentimento de urgência, com o qual gostaria de contaminar a todos. Com clareza da seriedade do ponto em que chegamos e da importância da educação.

O governo do Pará, que vai sediar a COP 30, dez anos após o acordo de Paris, tem feito um esforço para entender a dimensão e oportunidades que se abrem com uma conferência que acontece na Amazônia. Há ainda muita coisa a ser construída e a grande expectativa é se os brasileiros vão ser capazes de realizar uma COP Cidadã, com grande participação de toda a sociedade, engajamento direto das populações amazônidas, que precisam ser mais ouvidas.

A novidade de hoje, o dia temático da educação, é que a partir do próximo ano, toda a rede pública de ensino do estado do Pará vai oferecer uma aula por semana com foco no meio-ambiente e mudanças climáticas. Vamos aplaudir. Vamos também procurar entender melhor o que está sendo proposto, para que a iniciativa não termine sendo realizada fora de uma perspectiva de política pública que articule Estado e Municípios, de forma intersetorial, e com metas de transformação que possam ser monitoradas com transparência por todos.

Parabéns ao Pará.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.