Portal Realidade

Eduko – Bienal de Novos Saberes debate educação inclusiva e inovadora

Quais as soluções para uma educação inovadora e inclusiva? Esse será um dos temas debatidos durante a Eduko – Bienal de Novos Saberes, que será realizada nos dias 28 e 29 de julho, no Sesc Palladium. Essa será a primeira edição do evento em Belo Horizonte, que é voltado para educadores, professores, gestores educacionais, profissionais de áreas afins, estudantes e universitários. Nomes relevantes na área educacional, científica e cultural do Brasil e do exterior vão participar de palestras, encontros e roda de conversas.

Dentre os profissionais da área, destacam-se a jornalista cultural Carolina Braga e o artista Denilson Tourinho, mediadores no primeiro dia da bienal.

Um dos objetivos da Eduko é ser uma plataforma que conecta pessoas com um mesmo objetivo: transformar o mundo através da educação, refletindo e ressignificando sua atuação no mercado a partir de três conceitos principais: questionar, entender e transformar. A gerente de Educação do Sesc em Minas Gerais, Maria Emília Caldeira, diz que a ideia do Sesc é fazer com que a Eduko seja o principal evento de educação no Estado. “Temos atualmente uma enormidade de recursos e possibilidades tecnológicas que permitem a inovação em diversas áreas, mas que ainda precisam ser discutidas como ferramentas que auxiliam a aprendizagem”, observa.

“O Sesc, bem como o Senac, faz a diferença na vida de milhares de mineiros e mineiras, há várias gerações, promovendo o acesso ao conhecimento e ao ensino de forma humanizada, acolhedora e profissional. Para seguir construindo essa história, entendemos que é necessário olhar para o futuro, avaliar os desafios e necessidades e se adaptar a esses novos cenários. A Eduko é uma grande oportunidade dentro da nossa missão de construir pontes para uma educação mais inovadora e inclusiva, para todos, que precisa começar a existir hoje”, destaca o Diretor de Educação, Cultura e Ação Social do Sesc em Minas, Joaquim Antônio Gonçalves.

Programação

Para iniciar a programação, os participantes vão assistir a uma apresentação do Núcleo de Formação em Dança do Sesc, no Grande Teatro do Sesc Palladium. A solenidade terá a presença do Presidente do Sistema Fecomércio MG, Nadim Donato, e do Diretor-Geral do Departamento Nacional do Sesc, Jose Carlos Cirillo.

Responsáveis pela startup de educação e tecnologia Kriativar, Sofia Fada e Ronaldo Gazel, participam de uma talk voltada para o uso da tecnologia nos processos educacionais. Em seguida, a pesquisadora Lua Couto apresenta o talk “Educação para a regeneração planetária”. O historiador e escritor Leandro Karnal apresenta a palestra magna “Educando no mundo líquido” fechando o primeiro dia do evento.

O segundo dia de programação tem a participação do português José Pacheco, idealizador da Escola da Ponte, e do espanhol Antoni Zabala, presidente e diretor pedagógico do Instituto de Recursos e Investigação para a Formação, em Barcelona.

Em uma mesa-redonda, as especialistas Gabriela Augusto, Clélia Rosa, Jaqueline Coêlho e o empreendedor social Rodrigo Mendes debate “educação inclusiva”.

Fernanda Furia, fundadora do Playground da Inovação – consultoria de Inovação em Psicologia e Educação; Alexandre Le Voci Sayad, jornalista, educador, consultor e escritor; e a filósofa Djamila Ribeiro, debatem “Lugar de Fala na Educação 5.0”. Marlon Brunetta e Paulo Tomazinho, da Moonshot Educação, também estarão na programação, assim como a slammer paulista Midria, que apresenta o talk “Todo corpo é um território”, inédito em Belo Horizonte.

O evento também conta com uma intervenção cênica com o Grupo Trampulim, uma palestra cênico-literária realizada pelo ator Odilon Esteves e um show do músico Zeca Baleiro, que encerra o evento.

Espaço Eduko e acessibilidade

Um universo de experimentações. Assim vai ser o espaço Eduko, no mezanino do Sesc Palladium. Por meio de múltiplas ativações interativas que instigam reflexões sobre os futuros possíveis no contexto da educação na era da transformação social e digital, o público terá contato com os três conceitos principais da bienal. questionar, entender e transformar.

Uma experiência gastronômica S às Cegas desenvolvida pelo Senac Minas vai marcar o evento, que vai oferecer recursos de acessibilidade arquitetônica para pessoas com deficiência, gestantes, lactantes e para quem mais precisar.

Ingressos

Compre seu ingresso no site Sympla ou na bilheteria do Sesc Palladium. Cada ticket garante a entrada para os dois dias de evento.

Profissionais do comércio de bens, serviços e turismo, assim como seus dependentes, professores e estudantes em geral (mediante comprovação de documentos) têm 50% de desconto.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.