Portal Realidade

Escolas da Rede Municipal de Educação de SP recebem prêmio Estudantes em Ação

A Prefeitura de São Paulo, por meio do secretário da Controladoria Geral do Município (CGM), Daniel Falcão, e o secretário municipal de Educação, Fernando Padula, da Secretaria Municipal de Educação (SME), premiou nesta quinta- feira (07), as 10 melhores escolas classificadas na primeira edição do projeto Estudantes em Ação.

A ação, que é uma iniciativa da Controladoria Geral do Município em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, incentivou os professores, estudantes e toda a comunidade escolar no desenvolvimento de práticas para promover ações transformadoras no contexto escolar, baseadas no exercício da cidadania ativa, da participação social, do controle social, dos direitos humanos e da cultura da paz e coletividade .

“Mais uma vez agradecer a Controladoria Geral do Município pelo Prêmio Estudantes em Ação. Os projetos são muito interessantes, envolvendo a comunidade de dentro da escola e do entorno. Identificando as questões. É um exercício de cidadania. Algo que fica e vai transcender o espaço escolar. Portanto, parabéns a todos vocês”, enfatizou o secretário Fernando Padula.

A primeira colocada recebeu o valor de R$30 mil, e a décima R$5 mil. Já os Grêmios Estudantis receberam prêmios entre R$3 mil e R$8 mil reais. Os estudantes do time vencedor também terão a oportunidade de participar da ação “Um dia de Prefeito” em que visitarão o Edifício Matarazzo, sede da Prefeitura de São Paulo, e participarão de atividades especiais, com o objetivo de aprender sobre o trabalho do executivo de forma prática e didática.

“Todas as escolas que concluíram o desafio merecem ser parabenizadas pois as entregas mostraram capacidade de mudança da realidade e inovação, bem como envolver atores diversos da comunidade. 82 professores e mais de 1.200 participaram efetivamente das atividades. O que demonstra o sucesso dessa primeira edição”, destacou o Controlador Geral, Daniel Falcão.

Atividades do Projeto
Setenta e quatro escolas e seus grêmios estudantis se inscreveram no projeto, das unidades inscritas, 42 equipes foram selecionadas, contemplando todas as Diretorias Regionais de Educação, conforme o edital de seleção.
As atividades tiveram início em agosto e as equipes participaram de quatro atividades: oficina para professores orientadores, tarefa especial, auditoria cívica e desafio.Na primeira etapa, os professores passaram por uma atividade de capacitação para apresentação de conceitos, metodologia e as orientações para a realização de todas as atividades previstas no projeto.

A segunda etapa do projeto foi a tarefa especial, uma atividade de curta duração, realizada em parceria com a Secretaria Municipal da Fazenda e que consistiu na participação em oficina expositiva sobre os pilares da educação fiscal e o ciclo orçamentário e na avaliação de propostas eleitas pela população no processo participativo municipal “Orçamento Cidadão”.

A terceira etapa, denominada auditoria cívica, resultou na realização de uma atividade de percepção do ambiente e das ações da escola. Para cumprir seus requisitos, a auditoria cívica teve que ser executada de maneira coletiva pelos estudantes, com o preenchimento de formulários que puderam detectar problemas passíveis de correção e possíveis melhorias nas escolas.

A quarta e última etapa foi dividida em duas partes, sendo planejamento e execução/entrega dos resultados. O desafio completo consistiu na realização de um projeto que abordou as temáticas de controle social, transparência pública, voluntariado, construção de valores de combate à corrupção, melhoria do ambiente escolar e educação fiscal ou financeira.

Após análise das atividades, o Projeto Estudantes em Ação premiou as seguintes escolas e seus projetos:

Lista das escolas finalistas do Projeto (por ordem de Classificação):

10ª – EMEF JOÃO RIBEIRO DE BARROS
A atividade realizada pela equipe foi de revitalização de um espaço ocioso para transformá-lo em um local de convivência por meio da confecção de grafites, pintura e adequação do piso com atividades lúdicas e instalação de bancos e floreiras.

9ª – EMEF JOÃO DOMINGUES SAMPAIO
A atividade realizada foi uma ação de conscientização sobre a limpeza da escola com a criação de uma gincana.

8ª – EMEF DESEMBARGADOR MANOEL CARLOS DE FIGUEIREDO FERRAZ
A atividade realizada foi o Projeto de horta através da compostagem.

7ª – EMEF MARCOS MÉLEGA
A atividade realizada foi uma Campanha de conscientização quanto ao uso do patrimônio público, envolvendo placas físicas, postagens nas redes sociais e entrevistas/conversas com membros da comunidade escolar.

6ª – EMEF DAMA ENTRE RIOS VERDES
A atividade realizada foi uma Realização do “Dia D” de limpeza do entorno da escola e ação de conscientização para que o local permaneça limpo.

5ª – EMEF VILA MUNCK
A atividade realizada foi uma Ação conjunta de limpeza, restauração e conservação do espaço da horta e instalação de um sistema de irrigação inteligente.

4ª – EMEF CONSTELAÇÃO DO ÍNDIO
A atividade realizada foi uma ação de conscientização sobre a importância da reciclagem, incluindo a instalação de lixeiras de coleta seletiva e de orgânicos. A escola também realizou a manutenção dos banheiros e dos ventiladores e instalou um mural da transparência para prestação de contas.

3ª – EMEF FAZENDA DA JUTA
A atividade desenvolvida foi uma ação de conscientização da comunidade quanto às verbas recebidas pela escola (de onde vem e como são gastas). A escola elaborou uma peça teatral para sensibilização sobre o tema.

2ª – EMEF SÓCRATES BRASILEIRO SAMPAIO DE SOUSA VIEIRA DE OLIVEIRA
Com uma Ação de revitalização da praça ao lado da escola, com mutirões para limpeza e corte de mato, plantio de flores e plantas diversas, manutenção dos bancos e instalação de lixeiras ecológicas,

A grande vencedora foi a EMEF Professor Francisco da Silveira Bueno da DRE Ipiranga que com a orientação da professora Karina da Paz Pimenta realizou uma ação de revitalização do entorno da escola. A ação contou com campanha de limpeza, grafite e apresentações culturais (rap, hip hop e poesia). A escola também elaborou um abaixo-assinado para revitalização das calçadas da unidade escolar.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.