Portal Realidade

Esporte motor se despede de Lincoln Duarte

O esporte motor brasileiro perdeu nesta segunda-feira um de seus dirigentes mais destacados das últimas décadas. Lincoln Duarte não resistiu a uma doença implacável, apesar de muita luta. O mineiro começou na organização de provas regionais de motociclismo e chegou à presidência da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM), nos anos 1990 e 2000 (três mandatos). E a postos de direção na Federação Internacional de Motociclismo (FIM) – foi vice-presidente da entidade. Também comandou a União Latino-Americana de Motociclismo (ULM), atual FIM Latin America.

Sob seu comando, o Brasil recebeu etapas dos mundiais de Motocross, Supercross, Enduro e MotoGP (em Jacarepaguá); o Six Days de 2003, em Fortaleza. As competições nacionais também ganharam impulso – um exemplo foi a criação de uma categoria 125cc com as Honda RS 125 semelhantes às usadas na categoria de entrada da motovelocidade internacional, depois transformada em Moto 3.

Também apaixonado pelo rally de velocidade (carros), Lincoln, além de piloto nos campeonatos Mineiro e Brasileiro, assumiu a organização e a promoção do segundo, em 2013. Levou a competição à TV aberta e conseguiu reunir grids superiores a 40 carros nas diferentes etapas. Mais recentemente, atuava como advogado, além de seguir como consultor da FIM.

O Racemotor se une, neste momento triste, à comunidade do motociclismo e do automobilismo, bem como aos familiares do eterno presidente.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.