Portal Realidade

Esporte Universitário: a maratona vai até o final do ano

A movimentação nas quadras da Academia Tella Tênis no último sábado foi mais uma etapa de uma verdadeira maratona esportiva que teve início em abril e se estenderá até dezembro em praças, academias, ginásios e centros esportivos da cidade. Trata-se da edição 2024 do Torneio Universitário de Campinas (TUC), que neste ano ampliou não somente o número de participantes e de modalidades, mas também o período de realização. Além dos já tradicionais esportes coletivos, cujas competições começam no segundo semestre, o evento agora inclui pela primeira vez modalidades individuais, que serão disputadas nos meses de abril e maio.

A maratona esportiva teve início no último domingo de abril, quando aconteceram os jogos de xadrez na sala de ginástica do Taquaral. A natação abriu o mês de maio com as provas no dia 5, na Praça de Esportes Edgar Ariani. Agora, após as partidas de tênis de campo, é a vez do tênis de mesa, no próximo sábado, movimentar os universitários na Academia Power Pong. E a programação dos esportes individuais termina no dia seguinte, domingo, com as provas de atletismo na pista do Centro de Alto Rendimento (CEAR), no Swiss Park. De acordo com o planejamento dos organizadores, as inscrições para disputar a modalidade escolhida poderão ser feitas até dois dias antes da competição. Já no 2º semestre estão agendados os torneios de basquete, futsal, handebol e vôlei, com disputas femininas e masculinas.

Neste ano, a estimativa é de que 1.500 universitários participem do TUC. No total, são 22 Atléticas de nove universidades em ação: Unicamp, PUC-Campinas, Esamc, Unisal, Universidade São Francisco, Anhanguera, São Leopoldo Mandic e Presbiteriana Mackenzie.

“Nossa intenção é solidificar o esporte universitário de Campinas”, diz Angelo Diniz, o Chinês, diretor da Secretaria de Esportes e Lazer de Campinas. O evento teve a sua primeira edição em 2018, mas somente no ano passado passou a contar com o apoio da Prefeitura, o que possibilitou a ampliação da estrutura. “Agora, com a inclusão das modalidades individuais, conseguimos atender um número maior de alunos”, explica Diniz, que vê no fortalecimento do esporte universitário uma vantagem tanto para o município, quanto para o próprio aluno.

“É comum muitos adolescentes deixarem suas atividades esportivas de lado para se dedicarem aos estudos quando começam a adentrar na fase universitária.

O TUC é uma possibilidade de o jovem não se apartar do esporte e até aprimorar o seu desempenho”, afirma Diniz, destacando que o evento é mais uma fonte para a descoberta de talentos por parte de clubes. “E para o município é uma possibilidade de ser representado por algum talento em Jogos Regionais ou Abertos”, enfatiza.

Para a coordenadora da comissão de organização do evento, Jessica Cristina Limeira, o TUC é um meio de oportunidades variadas para o estudante universitário. “O evento estimula a sociabilização e integração, além de gerar empregos para muitos alunos que iniciam a sua formação como treinadores e treinadoras, auxiliares, preparadores físicos, entre outras funções ligadas ao contexto”, expõe Jéssica, bacharel e licenciada em Educação Física pela Unicamp e atuante na área de gestão esportiva.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.