Portal Realidade

Fotos históricas mostram “construção” da cidade mais antiga de SC

A cidade mais antiga de Santa Catarina completa 366 anos em 2024. São Francisco do Sul foi o primeiro povoado do estado, criado em 1658. Com o crescimento da localidade, tornou-se vila dois anos depois. Mais tarde, veio a ser declarada como cidade.

Ainda que o povoado tenha sido formado apenas em 1658, a historiadora e mestre em Patrimônio Cultural e Sociedade Andréa de Oliveira explica que existem registros da passagem de navegadores europeus pela região desde o século 16, ou seja, dos anos 1500.

Desta forma, por conta de sua história, São Chico, como é carinhosamente chamada, ganhou status de antiguidade. Não podemos afirmar que é a terceira cidade mais antiga do Brasil, haja vista que só foi elevada à categoria de cidade em 15 de abril de 1847. Tal status de antiguidade levou a esta construção de cidade mais antiga, o que colabora para dar visibilidade e estimular o turismo em nossa região — comenta a especialista.

De acordo com Andréa, mesmo que São Francisco do Sul tenha se tornado uma cidade somente em 1847, o município comemora no dia 5 de janeiro o descobrimento da área feito em 1504 pelo francês Binot Palmier de Gonneville, ainda que o povoado tenha sido oficialmente organizado por portugueses que vieram do litoral de São Paulo no século 17. 

Ao longo dos seus mais de 360, a região mais antiga de Santa Catarina se transformou. 

— As fontes históricas nos mostram que, nos primeiros anos do povoado, o primeiro ciclo econômico de São Francisco do Sul esteve ligado à produção de cachaça e da farinha. Eram muitos engenhos movidos por animais e por pessoas que naquele contexto haviam sido trazidas do continente africano e eram escravizadas. Com o desenvolvimento do povoado, a elevação à categoria de Paróquia e posteriormente a de cidade, podemos perceber que a atividade portuária vai ganhando forma mais efetiva — comenta Andréa.

Segundo a historiadora, a geografia contribui para o crescimento portuário já que São Francisco do Sul é banhado pela Baía Babitonga, que possui um canal de fácil acesso. Da produção de cachaça e farinha, a partir do final do século 19, o trabalho portuário passou a ser a principal atividade econômica da cidade, tendo se mantido presente no município até os dias de hoje.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.