Portal Realidade

Governo tenta blindar pauta legislativa de insatisfação do Centrão

O governo federal começou a elaborar uma estratégia na tentativa de blindar a pauta governista da insatisfação dos partidos do centrão na Câmara dos Deputados.

A insistência do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), de se manter ausente na capital federal, foi recebido no Palácio do Planalto como um recado claro de que o início do ano será difícil.

Em conversa com o ministro da Casa Civil, Rui Costa, durante o recesso parlamentar, Lira teria manifestado insatisfação sobre o corte das emendas de comissão e a suspensão de isenção fiscal a pastores e igrejas.

Na quinta-feira (1º), o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, promoveu um almoço no Palácio do Planalto para discutir a articulação política nesta volta dos trabalhos legislativos.

Além dos líderes do governo no Congresso Nacional, participaram do encontro os ministros Rui Costa (Casa Civil), Fernando Haddad (Fazenda) e Simone Tebet (Planejamento).

Na conversa, elencaram prioridades, estabeleceram a necessidade de conversar com líderes partidários nas próximas e dividiram funções na tentativa de acalmar os ânimos dos partidos do centrão.

O combinado é que, após o feriado de carnaval, os quatro ministros elaborem, em um documento, as prioridades legislativas para o primeiro semestre, já que o ano será mais curto por causa das eleições municipais.

Além disso, Padilha iniciou um périplo ministerial. O ministro, responsável pela articulação política, já se reuniu com os ministros Jader Filho (Cidades) e Geraldo Alckmin (Indústria e Comercio).

A ideia é elencar que pautas são cruciais para as pastas no primeiro semestre, bem como contar com a ajuda dos auxiliares do governo nas tratativas com o Congresso Nacional.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.