Portal Realidade

Obra do parque Amazonino Mendes e Gigantes da Floresta recebe vistoria na reta final dos trabalhos

Entre esculturas relativas à natureza amazônica, o vice-prefeito de Manaus, Marcos Rotta, e secretários municipais realizaram visita técnica, nesta quinta-feira, 16/5, ao canteiro de obras da segunda etapa do parque Amazonino Mendes, onde a Prefeitura de Manaus segue com os trabalhos em ritmo intenso nos maiores cenários da área cênica e interativa em construção na capital.

A estrutura única fica entre as avenidas Isaías Vieiralves e Olívia de Menezes Vieiralves, nas zonas Leste e Norte. A visita se dividiu em duas frentes, uma na área do parque linear, onde está sendo concluído o Centro de Atendimento Psicossocial (CAPs), que recebe serviços de acabamento e depois terá a parte de mobiliário. A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, esteve na reunião, conhecendo o espaço que será administrado pela Semsa futuramente. A estimativa da prefeitura é de inaugurar o centro no final de junho.

Já o segundo trecho do parque linear, que tem quiosques, ciclovia, pista de caminhada, quadra poliesportiva, dois playgrounds e um playground inclusivo, academia ao ar livre, dois paraciclos, quadra poliesportiva e área de estacionamento, tem previsão de entrega no início de junho.

Cênica

E a parte cênica, interativa e lúdica, do Gigantes da Floresta, está com várias frentes de obras e serviços simultâneos. Ela tem a maior praça molhada de Manaus, com 3,6 mil metros quadrados e a programação é de entrega no dia 20 de junho. A área total do parque envolve 134 mil metros quadrados, com projeto arquitetônico do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), ampliando a urbanidade, lazer, esporte e entretenimento na capital.

“A segunda etapa do Amazonino Mendes já está praticamente concluída, precisando de pequenos detalhes de luminárias e algumas grades e grama. E a área cênica tem a fauna e a flora da nossa Amazônia, dos animais da floresta, temos aqui um tucunaré que deve ter uns 20 metros de comprimento, que vai esguichar água dentro de uma praça molhada. São áreas que as crianças vão vibrar, vão se divertir, vão conhecer um pouco e conviver com a nossa fauna amazônica”, explicou o diretor-presidente do Implurb, Carlos Valente.

Para ele, a ida aos canteiros evidencia o andamento da obra e firma as datas anunciadas pelo prefeito David Almeida.

“Vamos trabalhar com vários personagens, artistas circenses e teatrais na abertura. Trazer a classe artística voltada ao entretenimento de nossas crianças”, explicou o diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Reginei Rodrigues.

Etapa cênica

Entre ferros moldados e esculpidos, operários seguem executando os cenários com vários níveis de conclusão e acabamento. A construção terá cenários interativos temáticos, com rampas de escalada, escorregadores, área molhada, entre outros. Todas as figuras ligadas à floresta serão manuseadas como brinquedos lúdicos para as crianças e interativos para os adultos.

Parque

O parque é resultado de um convênio firmado entre Prefeitura de Manaus e governo do Estado, com dois quilômetros de extensão. A primeira etapa do espaço foi entregue no aniversário de Manaus, em outubro de 2023. A terceira fase tem um conjunto habitacional dividido em três blocos distintos de cinco pavimentos cada, com vagas de estacionamento para carros e motos. Entre os blocos serão construídas calçadas arborizadas e mais playgrounds.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.