Portal Realidade

Polícia abre inquérito para investigar atentado de empresário contra ex-prefeita Kátia Born

A Polícia Civil de Alagoas abriu um inquérito para investigar o atentado cometido pelo empresário André Miranda contra a ex-prefeita de Maceió e atual secretária de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social, Kátia Born, e a companheira dela, a professora e Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da Uncisal, Mara Ribeiro.

Nesta sexta-feira, 02, o empresário será submetido a uma audiência de custódia, que vai definir se ele vai ficar preso ou se deve responder em liberdade pelos crimes cometidos.

O caso aconteceu nessa quinta-feira, 1º, em Guaxuma, Litoral Norte da capital, quando o homem de 56 anos, que é conhecido por produzir conteúdos polêmicos na Internet, foi preso após atirar no carro que seria da companheira da secretária. Miranda acreditava que Kátia teria sido a responsável pela denúncia no condomínio onde ambos residem, que resultou na apreensão de oito veículos dele, categorizados como “abandonados”.

O inquérito foi instaurado pelo delegado Robervaldo Davino, titular do 6º Distrito Policial. André deve responder pelos crimes de dano, ameaça, injúria e disparo de arma de fogo. Ele foi preso após a secretária fazer a denúncia. A arma supostamente usada no crime foi apreendida.

Além do atentado, Kátia Born informou que vem sofrendo uma série de ameaças e ataques homofóbicos nas redes sociais, por parte do suspeito, desde dezembro do ano passado. Outros políticos do Estado também já foram citados por ele em outros vídeos compartilhados.

Em nota enviada pela assessoria, Kátia Born se pronunciou sobre o ocorrido. “Sempre fui e continuarei a ser uma intransigente defensora dos direitos humanos, da liberdade e da paz. Enfrentei a ditadura e a repressão. Medo não faz parte da minha história. Nenhum fascista, homofóbico, violento empunhando uma arma irá me amedrontar. Acredito na Justiça e no aparato policial para que ameaças em redes sociais não sejam desprezadas e se transformem – como aconteceu – em atentado contra minha vida, meus familiares e/ou contra qualquer outra pessoa”, disse a secretária, na nota.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.