Portal Realidade

Prefeitura realiza exposição sobre “Meio Ambiente Amazônico” até o início de julho

Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), abriu, na tarde desta quinta-feira, 6/6, a exposição “Meio Ambiente Amazônico”, do artista plástico Bráulio Menezes, na Oca do Conhecimento Ambiental, localizada no Centro de Instrução e Guerra na Selva (Cigs), situado no bairro São Jorge, zona Oeste. A exposição estará aberta ao público no horário das 9h às 16h, até 7 de julho.

A ação, que já faz parte do calendário da Oca do Conhecimento do Cigs, inicia as comemorações do “Dia do Meio Ambiente” e este ano vai trabalhar o tema “Enfrentamento às mudanças climáticas: desafios para a conservação da biodiversidade”.

A exposição tem como objetivo sensibilizar a sociedade sobre a importância do cuidado, preservação e conservação da Amazônia, por meio do combate à poluição, desmatamentos, queimadas e de todas as formas de agressão à natureza, segundo o assessor pedagógico Oca do Conhecimento do Cigs, Jefferson Rolim.

“A exposição fala sobre a questão das mudanças climáticas, sobre o desmatamento, sobre a nossa região, sobre uma perspectiva artística, exteriorizada por meio de obras de artes. Então venha e traga sua família, porque a exposição é muito interessante e vale a pena visitá-la”, afirmou Jefferson.

“Como artista me sinto privilegiado de ter um espaço bem estruturado como a Oca do Conhecimento do Cigs para divulgar meu trabalho, pelo fluxo de pessoas que este lugar recebe. E esse tipo de iniciativa é importante para que os artistas locais possam ter mais visibilidade e a visita das escolas também é importante, porque incentiva os alunos a trilharem o caminho das artes. Então, na verdade, vejo essa exposição com uma semente para disseminar nossa cultura local. Por isso, me sinto privilegiado de poder participar e contribuir nesta ação”, afirmou o artista plástico convidado, Bráulio Menezes.

A abertura da atividade contou com a presença de 16 estudantes da Escola Municipal Anthístenes Oliveira Pinto, localizada no bairro Alfredo Nascimento, zona Norte. Uma delas foi Ana Maria Holanda, de 13 anos, matriculada no 8º ano do ensino fundamental da unidade de ensino.

“Para mim está sendo uma experiência muito proveitosa ver a nossa região amazônica por meio de pinturas, de quadros. E achei muito reais as imagens, fiquei até impressionada pela naturalidade das imagens”, destacou a aluna.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.