Portal Realidade

Profissionais da Educação em RO aguardam desfecho crucial após Assembleia com paralisação

Cerca de 3 mil profissionais em educação participaram da Assembleia Geral Extraordinária com paralisação organizada pelo SINTERO nesta terça-feira (05/03). Ficou deliberado pela categoria, durante a assembleia, esperar pelo resultado da reunião com o representante da Casa Civil  no próximo dia 13 de março, para em sequência definir o próximo passo em uma nova Assembleia pré-agendada no dia 19 deste mês. 

A assembleia aconteceu na sede Administrativa em Porto Velho e, simultaneamente, nas 11 Regionais em todo o estado de Rondônia.

No início da reunião em Porto Velho, foi informado como seguiria a dinâmica do encontro e a principal pauta: Valorização.

Após a fala da Presidenta Dioneida Castoldi, teve a participação das/dos Dirigentes da Executiva do SINTERO que pontuaram o trabalho de mobilização que tem sido feito desde as deliberações da última assembleia de 2023. 

Após a construção de uma linha do tempo que resultou nessa Assembleia Geral Extraordinária com paralisação – por não haver uma resposta positiva por parte do Poder Executivo –  foi destacado a importância, ainda, de se esperar pelo desfecho da reunião que acontecerá entre o SINTERO e a Casa Civil, no dia 13 de março.

Com a categoria também foi elencada as lutas que serão apresentadas nessa reunião:

  • Piso nacional do magistério e o mesmo percentual para técnicas e técnicos;
  • Retirada do Auxílio Transporte;
  • Descumprimento do reajuste do Auxílio Alimentação.

Em resultado às deliberações, a categoria concordou em aguardar pelo resultado da reunião com a Casa Civil já marcada para 13 de março. Uma nova Assembleia também ficou pré-agendada para o dia 19 de março, onde, de acordo com a resposta por parte do Poder Executivo, serão traçados os próximos passos em busca do cumprimento dos direitos das trabalhadoras e trabalhadores em educação do estado.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.