Portal Realidade

Quando o entretenimento te faz refém

Eu gostaria que você considerasse o significado da palavra “entretenimento”. Uma palavra que expressa o que a maioria das pessoas querem e buscam: divertimento, um momento para espairecer. Nós vamos considerar o significado desta palavra e o motivo de isso ser importante. Aliás, eu queria fortalecer que é muito importante que você se atente para os significados das palavras.

Deus criou o ser humano como o único ser capaz se formular ideias e se comunicar com palavras, como Ele. E esta habilidade é a presença do próprio Deus no ser humano, é uma extensão dEle. O ser humano deveria pensar: “como é que somos a única criatura capaz de exprimir ideias complexas?”

A Palavra de Deus nos dá a razão disso: nós somos criados à imagem e semelhança dEle. É por isso que temos essa capacidade como Ele. Por isso, preste atenção aos significados das palavras. Novas palavras são criadas, as antigas são abandonadas e há aquelas que vão mudando de sentido.

“Entretenimento”, por exemplo, é, aparentemente, uma palavra inofensiva. Mas veja que ela é a junção de duas palavras: “entre” e “ter”.  “Entre” é estar no meio de duas coisas. “Ter” vem de “segurar, manter”. Ou seja, “entreter” é “manter alguém entre duas coisas”. Em outras palavras, é “segurar uma pessoa em um lugar”. Algo como “manter a pessoa em um estado de espírito”. Como em: “entreter um hóspede”.

Você, assim, entende a razão pela qual você liga a TV após o trabalho e antes de dormir. Entre o trabalho e o sono, vem o entretenimento.

No final de semana, é a mesma coisa. Em inglês, até usamos a sigla “TGIF” (“Thank God It’s Friday” ou “Graças a Deus é Sexta-feira”).

E por que o ser humano tem esse difícil relacionamento com a segunda-feira? Porque é como se o trabalho de segunda-feira a sexta-feira atrapalhasse o divertimento do fim de semana.

Se “entreter” é te manter em um certo estado de espírito, te manter entre duas coisas (que, normalmente, são produtivas), qual é o problema potencial em se manter entretido?

Enquanto estamos no “entretenimento”, o nosso estado de espírito está sendo determinado por alguém que está provendo aquele entretenimento. Por exemplo: se você vê um filme de romance, você pensa: “minha esposa ou meu esposo não é assim”.

E há outro problema: enquanto estamos no “entretenimento”, estamos no meio do inútil. Eu não estou dizendo que você não deva relaxar. Ter um descanso periódico é até bíblico (Deus criou o “shabat”). Igualmente, a noite serve para as pessoas dormirem. Há pessoas que estão se estressando. Você precisa descansar e proteger o seu sono. Mas há tempo para tudo, como a Bíblia diz.

Hoje, vivemos no mundo da internet, em que você pode estar o tempo todo com os olhos em uma tela. Então, todos querem a sua atenção. Entretenimento é um negócio e você é o produto.

O que você deve fazer com essa informação? Tome cuidado para que o entretenimento não roube a sua saúde física, mental, emocional, espiritual. Que isso não roube a sua produtividade e não influencie no seu estado de espírito. Porque quando você vê uma série, você está bebendo de ideologias, de opiniões. O que você joga para a sua cabeça é matéria-prima para os seus pensamentos. No entretenimento, estamos literalmente parados dizendo: “me divirta e tome o meu tempo”.

Pense nisso…

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.