Portal Realidade

Réquiem para o clima: cidade da Espanha transforma cemitérios em usinas solares

A transição para fontes alternativas de energia como a geração solar exige vastas áreas para instalação de equipamentos. Buscando expandir as possibilidades para novos projetos, a cidade de Valência, na Espanha, está transformando seus cemitérios em centrais solares. A ideia é criar o maior projeto de geração de energia solar urbano do país.

O plano municipal prevê, inicialmente, a instalação de painéis solares nos mausoléus de cinco cemitérios ao redor da cidade. Uma vez concluído o projeto, estima-se uma geração de 2.8 MW (megawatt) de energia. A maior parte (75%) abastecerá edifícios públicos municipais e o restante (25%) será direcionado a residências em situação de vulnerabilidade.

Batizado de “Requiem in Power” (nome inspirado na prece que a Igreja faz para os mortos, somado à potência da energia), o projeto faz parte da Missão Climática Valência 2030, com a qual a cidade pretende, no longo prazo, garantir que 27% da sua demanda energética seja garantida pelo sol, abundante na região, e também atingir a neutralidade climática. O projeto também tem sido chamado de “RIP”, em referência às iniciais do nome e ao acrônimo R.I.P. de “rest in peace” (descanse em paz, em inglês).

“Estamos efetivamente numa situação de emergência climática aqui em Valência”, afirmou Alejandro Ramon, antigo conselheiro climático da cidade, que concebeu a ideia na administração anterior. “Sofremos secas e calor extremo. É necessário acelerar a transição, mas às vezes nas cidades é difícil encontrar grandes espaços livres para instalar energias renováveis.”

Orçada em 3,2 milhões de euros, a cobertura de painéis solares ocupará uma área total de mais de 14.300 m², e ajudará a evitar emissões de 140 toneladas de carbono por ano. Além do projeto “Réquiem”, Valência tem outras três dezenas de programas em sua missão climática, abrangendo desde a redução do uso de automóveis para melhorar a qualidade do ar, passando pela transformação de edifícios para maximizar a eficiência energética até adoção de iluminação LED em toda a cidade.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.