Portal Realidade

Secretário vai à Câmara e apresenta perícia que comprova farsa de vídeo. Documento é entregue à polícia e ao MP

secretário municipal de Comunicação, Israel Conte, apresentou nesta quarta-feira, 20/3, no plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM), laudo pericial que comprova a farsa do vídeo que circulou na internet com denúncia contra a Secretaria de Comunicação (Semcom).

O mesmo documento foi entregue pelo secretário à Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (Deccor), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM); e ao Ministério Público Estadual (MPE-AM), para que o laudo auxilie nas investigações e punição dos autores da prática criminosa.

“Desde o início sabíamos se tratar de um vídeo falso, de uma fake news. Para provar a manipulação, recorremos a uma análise técnica e independente. E conforme o laudo, o vídeo expõe grosseiras manipulações, determinadas em recortes e em lacunas nas imagens”, destacou Israel aos vereadores.

A VERDADE

Em 15 páginas, a Smart, maior empresa do País em perícias judiciais e extrajudiciais, atesta, minuciosamente, que o vídeo é “grosseiramente manipulado”, com o intuito criminoso de parecer que uma sacola com valor em espécie é entregue na sede da Semcom a um prestador de serviço.

O laudo que destrincha o caso é assinado pelo perito Erlan Souza, que afirma categoricamente: “há de se mencionar que o vídeo periciado apresenta um claro trabalho de manipulação, com edições em pontos muito específicos, quebras de sequência de imagem e som, interrupções nos planos… fato verificado a partir da curvatura das ondas sonoras”.

E conclui: “o vídeo está longe de constituir um plano-sequência, descaracterizando-o como evidência de imagem e som de qualquer tipo, não havendo nenhum momento do sequencial de imagens a entrega da referida sacola pela atendente ao autor do vídeo, não havendo veracidade técnica e legal no mesmo ao longo dos seus 2 minutos e 23 segundos de duração”.

VEREADORES

Após pronunciamento e a apresentação do laudo pericial no telão do plenário da CMM, o secretário Israel respondeu perguntas e também recebeu falas de apoio de vereadores, pela iniciativa de ir à Câmara esclarecer o caso com a apresentação de provas.

“O secretário veio a esta Casa esclarecer os fatos e trazer as provas, por laudo pericial, realizado por empresa renomada. Isso demonstra que a sua vinda traz uma clareza muito grande a esse parlamento e à população”, afirmou o vereador Raulzinho.

A mesma linha de raciocínio teve o vereador Fransuá: “Ficou mostrado tecnicamente que o vídeo foi editado, o que comprova que houve má-fé dos fatos que se apresentaram. A perícia atestou que não existiu entrega de sacola com dinheiro. E, no momento em que o vídeo foi editado, mostra que houve uma intenção de manchar a imagem do secretário, da prefeitura”.

Já o vereador Gilmar Nascimento lembrou dos ataques criminosos costumeiros em ano de eleição. “Todas as vezes que temos eleição, temos ataques para tentar atingir candidatos, e, nesse caso, o prefeito David (através da Secom). Os articulistas da política só estão pensando no poder e em como destruir (os adversários)”.

Em mais de uma oportunidade, Israel Conte conclamou os vereadores e instituições a se unirem no combate às fake news, que têm se tornado comuns na internet, contra pessoas, autoridades ou instituições, públicas e privadas. “Porque senão, amanhã qualquer um pode ser alvo desse tipo de crime”.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.