Portal Realidade

Temporal prejudica abastecimento de água no Grande Rio

O temporal que caiu sobre o Rio de Janeiro no fim de semana afetou de forma severa o sistema de abastecimento de água na região metropolitana do Rio de Janeiro, dependente de estações de tratamento e rios localizados na Baixada Fluminense. A orientação à população ainda nesta segunda-feira (15) é que faça uso consciente de água e evite desperdícios.

Segundo a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), foi preciso reduzir drasticamente a capacidade da Estação de Tratamento do Guandu, responsável pelo fornecimento de água para cerca de 11 milhões de pessoas. Por volta das 15h de domingo, a estação funcionava com apenas 19% da capacidade, por conta das alterações na água captada.

Na manhã desta segunda, a operação foi intensificada e chegou a 78%. De acordo com a Cedae, técnicos seguem monitorando as condições da água bruta, e a operação da estação será retomada assim que o manancial voltar à normalidade.

Também localizada na Baixada, a Estação de Tratamento Água de Japeri teve seu funcionamento totalmente interrompido desde a tarde de domingo, por causa da elevação do nível do rio e das alterações na qualidade da água bruta.

A concessionária de distribuição Águas do Rio comunicou na manhã desta segunda-feira (15) que a situação das estações de tratamento impacta diretamente a distribuição de água. Em Japeri, por exemplo, o abastecimento em todo o município está suspenso.

A situação também afeta a distribuição de água para lares e estabelecimentos no Rio de Janeiro, Belford Roxo, Duque de Caxias, Japeri, Mesquita, Nilópolis, Nova Iguaçu, Queimados e São João de Meriti.

“Neste período de grave impacto no abastecimento, a Águas do Rio orienta os seus clientes a fazer o uso consciente da água, adiando tarefas que demandem alto consumo, e reservando a água de cisternas e caixas d’água para atividades prioritárias. A empresa esclarece que o fornecimento será normalizado, de forma gradativa, após o restabelecimento integral da produção de água nos principais Sistemas Guandu e Acari, operados pela Cedae”.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.