Portal Realidade

Um dia após o vice da Libertadores, técnico decide deixar o Boca Juniors

Argentina – Um dia após perder a final da Libertadores 2023 para o Fluminense por 2 a 1 e ficar com o vice da competição continental, Jorge Almirón decidiu deixar o cargo de treinador do Boca Juniors. A informação foi noticiada na noite deste domingo, 5, pelos veículos de imprensa argentinos, como “Olé” e “TyC Sports”.

Depois do desembarque da delegação do Boca Juniors, neste domingo, Almirón informou Riquelme, ídolo e atual VP de futebol do clube argentino, de sua decisão. Ele se despedirá do elenco nesta segunda-feira. Mariano Herrón, da equipe B, assumirá interinamente.

Segundo a TyC Sports, o clima ficou tenso e quente no vestiário depois da derrota para o Fluminense. Os jogadores ficaram na bronca com a forma como o Boca entrou em campo, especialmente no primeiro tempo, além das estranhas modificações realizadas pelo treinador durante a partida. Vale lembrar que Figal, substituído já na reta final da prorrogação, não escondeu a insatisfação por deixar o campo.

Assim, segundo o site, essa situação de conflito gerou uma espécie de ruptura entre jogadores e treinador. Isso levou a Almirón informar a Riquelme que não continuaria mais no Boca. 

Em 39 partidas à frente do time, foram 16 vitórias, 12 empates e 11 derrotas. Ao longo do mata-mata da Libertadores, o Boca Juniors não venceu uma partida sequer e avançou até o final nos pênaltis.

O primeiro resultado diferente de um empate no mata-mata da competição, aliás, foi justamente na decisão: derrota para o Fluminense por 2 a 1.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.