Portal Realidade

Vale a pena visitar Rivera, a cidade dos free shops na fronteira do Brasil com o Uruguai?

A fronteira entre o Brasil com o Uruguai, especialmente na região das cidades Santana do Livramento (BR) e Rivera (UY), é conhecida principalmente pela grande quantidade de free shops, onde os brasileiros podem comprar de vinhos e destilados a televisores e aparelhos de ar-condicionado por preços bem atrativos, do lado uruguaio, é claro. Mas será que vale a pena sair da sua cidade só para isso?

A resposta depende de onde você está. Para quem vive em Porto Alegre, pode valer a pena. Ainda sim, são cerca de 7 horas de estrada e, provavelmente, uma pernoite em algum hotel da região. Obviamente, quanto mais perto da fronteira, mais econômica a viagem. Mas se você mora longe e, assim como eu, ficar curioso para conhecer a região, ainda vale a pena?

Saí de São Paulo de avião rumo a Porto Alegre com um atraso de quase 2 horas no voo. Com um carro alugado, parti em direção a São Gabriel, onde, após 4 horas de estrada, pernoitamos uma noite. A parada era estratégica; na volta, paramos em Santa Maria, só para mudar de ares.

Para apenas duas noites em Rivera é bastante chão percorrido. Mas eu tenho uma meta a cumprir, que é visitar o maior número possível de vinícolas no Uruguai, e havia duas ali que faltavam na minha lista. Então, dependendo do propósito, a viagem vale a pena sim, especialmente para quem gosta de vinhos. A caminho da fronteira, estão vinícolas brasileiras como a Guatambú e a Cordilheira de Santana, que são excelentes produtores, além das gigantes Salton e Almadén. Mas como estamos aqui para falar do Uruguai, vamos para o outro lado. O que fazer em um par de dias em Rivera?

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.